sábado, 2 de maio de 2015

EMPRESAS FAMILIARES... "CASES x LIÇÃO DE CASA” - Case 3



Autor: Prof.João Mariano de Almeida


CASE III : empresário com apenas 01 filho, estudante de administração de empresas, em torno dos 20 anos, atuando na empresa, fabricante de barcos, em funções operacionais, na mesma sala do pai, numa mesa pequena, observando ele o dia todo...

O pai criador da empresa há cerca de 20 anos, vinha tocando do seu “jeito”, empírico, já que não tinha formação escolar e havia aprendido o “ofício” em outros concorrentes, quando mais jovem.   Insistiu com o filho para que estudasse e este estava no 3º ano de administração de empresas. Estudava à noite e durante o dia ficava na empresa.  O pai concentrava o poder em si e apenas passava atividades operacionais mais simples para o filho, sentado numa mesa pequena perto da sua na sala da Diretoria.  A dele, uma mesa enorme e bem ao lado a do filho.   Ao perguntarmos como treinava seu filho, ele comentou, que ele  ficando alí perto, vía como as coisas eram resolvidas e aprendia.  Comentamos que poderia enviar o filho para visitar os fornecedores de chapas de alumínio para os barcos, visitar os distribuidores e lojistas do setor. Ele retrucou que não, que era muito novo ainda, que era melhor ficar do jeito que tava na empresa.....Resultado, fechou cerca de três anos depois da nossa visita....

Lição de casa :
  1. a preparação dos filhos na gestão familiar precisa ser adequadamente direcionada, a partir do momento em que tomar contato com as atividades operacionais e administrativas, o que recomendamos seja feito em torno dos 15 anos (no máximo), para que defina sua vocação em tempo hábil, sem iludir os pais ou a ele mesmo…

  1. pais que acreditam que os filhos ficando sentadinhos ao seu lado estarão aprendendo, cometem um erro grave : adultos aprendem fazendo, experimentando, sofrendo as pressões da decisão.  Coloquem seus filhos para viajar, visitar fornecedores, clientes, lojistas, negociar preços e aprenderão mais rápido.

  1. os filhos também tem que se definir o mais cedo possível, se vão seguir a sua vocação e se ela é compatível com o que a empresa da família oferece. Caso decidam partir para experiências pessoais fora dos negócios da família, estarão possibilitando também que estes sejam profissionalizados, mesclando familiares com profissionais do mercado, uma das receitas mais produtivas existentes.

Leu? Gostou? Compartilhe!


Autor: Prof.João Mariano de Almeida, administrador de empresas, com pós em RH e mestrando em Gestão de Negócios, atuando desde 1981, em Projetos de Melhorias de Resultados (produtividade/processos/qualidade, reduzir custos/desperdícios, marketing/vendas/gerar novos negócios, RH/motivação), em negócios familiares. É autor dos áudios (cd´s/voz) “As 10 Dicas para Sucesso da Empresa Familiar” e “Sugestões para Solucionar Problemas na Gestão Familiar”, já disponíveis na região.  Realiza também palestras gratuitas, com fins sociais, para recolher alimentos para entidades sociais. Cel. (17) 9702-1007 / em: pmr.mariano@bol.com.br / joaomarianoalmeida@gmail.com

Postar um comentário